6 de ago de 2012

AS FLORES NO INVERNO

Bom dia pessoal !



Além do crochê tenho várias paixões: a música, a dança, a moto, viajens, culinária, arquitetura, história, e leitura.

Estive de férias por 20 dias agora no mês de julho, e entre os objetivos que tinha traçado, um deles era de ler no mínimo um livro. Na verdade consegui ler 3. Mas um deles, em especial, quero compartilhar com vocês hoje.

Do Padre Fábio de Mello "Tempo de esperas".



O livro conta a história de um renomado professor aposentado, Abner, e de um jovem aluno de filosofia, que está iniciando a carreira universitária, Alfredo.

Enquanto Alfredo se esmera em crescer e aprofundar seu conhecimento dentro da faculdade, Abner já aposentado e viúvo aproveita seu tempo para cuidar do jardim de sua casa.

Por um lado, Alfredo é filho de agricultores e não gosta de viver no campo, achando esse estilo de vida pobre e sem mérito. Por outro lado, Alfredo que era um grande professor e muito conhecido, preferiu no fim da vida se dedicar a uma vida simples perto da natureza.

Nessa realidade os dois começam a trocar cartas, e discutem sobre vida, relacionamentos, solidão, perdas e sobre sentidos.

Eu já li outros livros do padre Fábio, e particularmente gosto muito da maneira como ele se expressa. Tanto nas letras quanto nas palestras que ele faz. Acho que ele tem um sentido e uma percepção muito apuradas para observar, analizar e explicar aquilo que vai acontecendo ao longo da vida.

Sabem que minha estrutura e formação principal é protestante. Congreguei por muito tempo em uma igreja evangélica, e hoje frequento essa mesma igreja.

Mas apesar disso, sempre procurei ouvir aquilo de bom que as pessoas podem me oferecer. Creio realmente que cada ser humano tem experiências para contar e que essa experiência alheia pode me amadurecer.

Mas voltando ao livro, achei muito, muito interessante. Basicamente, ele mostra como um jardim pode nos ajudar a mudar nossa visão de mundo, e nos tornar pessoas melhores. O jovem Alfredo precisou plantar um jardim para entender os processos da vida.

Quem já plantou uma flor, vai compreender perfeitamente a mensagem do livro. Quem já fez um jardim consegue entender o que estou dizendo.




Eu relatei dois anos atrás a experiência que tive com as violetas da minha janela. 

Nessa mensagem de 2010 eu falava sobre as diferentes estações do ano, e sobre as diferentes fases da nossa vida.

Algumas pessoas por ansiedade não conseguem lidar com o inverno, ou com o outono.



Querem viver num eterno verão, ou sempre em primavera.

Mas não é assim que as coisas acontecem, há fases determinadas para cada tempo, e precisamos passar por cada uma delas para aprender a lidar com as adversidades.

Normalmente eu costumo dizer que o inverno é o período da análise, da introspecção, de ficar mais em casa, de fazer trabalhos mais longos.


É nessa época caem as folhas das árvores, o frio é maior, a geada castiga o campo. Pelo menos aqui no sul é bem assim.

Mas mesmo em tempos difíceis e de frio intenso. Mesmo sofrendo algumas privações. Mesmo passando por dificuldades e limites. Mesmo assim, Deus nos ajuda a perseverar.

São pequenas flores no nosso caminho. Pequenas palavras, pequenos gestos, pequenos momentos.


São as flores do inverno.

É a força inesperada que a gente recebe quando menos espera. É o abraço que não foi pedido. É o lenço no momento do choro. É o consolo na hora da frustração.


As flores do inverno são os amigos presentes, e os ausentes que se comunicam para perguntar como estamos.
As flores no inverno são os "bom dia", o "como você está?" , o "que bom te encontrar", o "pode contar comigo", o "eu te entendo e não te julgo".

Em meio as dificuldades, em meio a tristezas e luto, em meio aos problemas do dia a dia, Deus manda flores para nos fortalecer e inspirar.


Respire, inspire, respire de novo. Sinta o ar que move o ser humano e o mundo. Foi Deus que soprou ar nos pulmões de Adão quando criou o homem. É Deus que nos enche de ar para que possamos continuar vivos, e firmes.

Creia que mesmo no inverno é possível vencer. Mesmo no período de frio temos motivos para crer no amanhã.

A primavera virá, e junto de si novas belezas e novas conquistas.




Um novo e melhor momento está guardado para nós, se soubermos enfrentar o inverno olhando as maravilhas guardadas para aqueles que sabem apreciar.

Eu desejo uma semana de renovação, e estou torcendo pela tua vitória.

Um beijo no coração e que a paz esteja conosco,

Cauê Santos

19 comentários:

Lucinha disse...

Cauê,

Já li alguns livros do Pe. Fábio de Melo, e concordo com você.Gosto da linguagem inteligente dele, mas ao mesmo tempo simples.
Trouxe alguns livros do Brasil, pra ler aqui, mas não tenho certeza se tenho esse, pois separo de três em três, para não ficarem expostos. Os outros estão guardados.
O último que li foi "Quem me roubou de mim". Recomendo.

Quanto a religião; fui nascida e criada na Igreja Batista Tradicional, que amo muito, e é religião predominante em minha família. Na fase adulta, me converti ao catolicismo, e pretendo ficar até o fim da vida.
Mas, penso como você, também procuro ouvir e ler tudo de bom que as pessoas podem me oferecer. Leio livros de autores evangélicos, escuto louvores. Enfim. Não importa.

Gostei demais da parte sobre "As violetas da minha janela". Maravilhoso. Só não vou comentar, pra não estender ainda mais.
Meu comentário ficou enorme.

Sempre quando estou me preparando pra dormir, suas postagens entram no meu painel. Rs

Uma semana abençoada pra você.

Simone Carvalho disse...

Bom dia Cauê,
vim só pra te dizer o nome do livro dos jardins que vc comentou e já vi que vc postou. Tenho e já li, é lindo.Sou católica, mas o Padre pra mim vai além disso, ele é um filósofo e tem o dom da palavra. Tenho outros dele, só não consegui ler "quem me roubou de mim", cheguei até a trocar na livraria, mas ainda vou tentar ler novamente.
Um abraço e um bom dia!
Simone

Miriam Nakutis disse...

Ah meu guri, quantas saudades. Você não imagina a felicidade de ler suas palavras e ver que não me esqueceu. Suas palavras sempre foram um bálsamo para minha alma e sou sempre muito agradecida pela sua visita. Encheu-me os olhos d´agua de tanta felicidade. Desejo que Deus te abençoe cada vez mais pois você é um filho Dele muito merecedor . Grande beijo e aceite minha eterna gratidão pelo seu carinho.
Miriam Nakutis

Evanir disse...

Bom Dia.
Prazer enorme conhecer e seguir seu blog .
Suas postagens são belíssimas gostei muito de ver como aproveita bem suas ferias .
A leitura é prazerosa pena que poucos se interessa por isso no Brasil.
Ainda vou comprar esse livro do parde,Marcelo tenho certeza com certeza prende nossa atenção.
Um feliz semana beijos,Evanir.

Marli disse...

OLÁ CAUÊ.
É MUITO BOM LER SEUS COMENTÁRIO.
OBRIGADA POR ESTÁ PRESENTE EM MEU CANTINHO.
ESTE LIVRO PELO JEITO DEVE SER MUITO BOM.EU JÁ PLANTEI FLORES E TENHO FLORES NO MEU JARDIM, AS VEZES FICOU A IMAGINAR QUE SÓ DEUS QUE PODE TER FEITO COISAS TAM LINDAS COMO AS FLORES, OS DESENHOS DELAS, OS
CHEIROS,AS CORES SÃO MAGICAS.
TUDO ME FAZ LEMBRAR DE DEUS.
AMOS AS FLORES.
ABRAÇOS ATÉ BREVE.
MARLI

areiasdejade disse...

Belo post! Uma analogia perfeita, que nos faz mais uma vez cair em si, e refletir sobre o que estamos fazendo com nossas vidas! É preciso mudar para melhor, mas é difícil; existem sentimentos negativos que são caracteísticos, inerentes, fazem parte da personalidade e ídole da pessoa; é aí que a coisa pega; mas o impossível não existe, portanto tenhamos fé e coragem; suas palavras são um bálsamo, e caem como chuva em terra árida, aliviando as tensões, acalmando os sentimentos!
Bjs
Nely

Maria Luiza disse...

Cauê, que alegria sinto quando leio suas palavras.É encantador. Além de escrever lindamente, vc ainda é crocheteiro e foi espiar meu quadrinho que minha bisa fez. Muito legal e por conta, ainda me conta a história de sua avó, tão linda e arteira! O livro do Pe. Fábio ainda não li. No momento estou lendo de "Orfandades" Estou adorando. São histórias reunidas, que tornam o livro apaixonante.Você é especial, menino! Grande abraço!

Lucia Costa Siqueira disse...

Oi
Caro amigo
Vim agradecer sua gentil e carinhosa vst,adorei
Amei ler seu texto,concordo que ao plantarmos algo saimos dali renovados e uma percepção bem melhor sobre tudo.........
Minha filha trabalha com morangos hidropônicos,é simplesmente maravilhoso,adoro
Tenho algumas estufas no blog montadas por ela na cidade de Marau,de uma olhada.
Uma linda semana
Abraço

CROCHET DA HELOISA disse...

Ola Cauê
Realmente é muito bom quando um amigo aparece.Adoro fazer esses jantares e reunir os amigos pois sempre crio um tema diferente e a gente discute sobre o assunto. Isso distrai e motiva a vida. Já li um livro do Padre Fabio: Quem me roubou de mim. Ele tem uma linguagem facil e muito inteligente o que faz bem ao coração. Quanto a religião, é muito bom qualquer que seja. Fui Mormon durante muitos anos, criei meus filhos frequentando e hoje eles são bons frutos. Hoje, nao mais frequento nenhuma religião, apenas tento me propocionar uma melhoria continua de comportamento. Com carinho Heloisa Helena

Joana disse...

Oi Cauê, eu ainda não li os livros do Pe Fabio mas mesmo sem ler já acho que vc escreve tão bem quanto ele porque sempre que leio teus posts vou até o fim, e mais, fico pensando depois. Conclusão, você faz a gente refletir e é isso que faz o bom escritor. Saúde e paz para você e para a linda afilhadinha. Bjs
Joana

Lucy disse...

Além do dom nas mãos para tornar linhas em arte, você também tem o dom da palavra e torna qualquer acontecimento uma linda crônica. Como a Maria Luiza disse acima: é encantador.

Um grande abraço, meu caro!

lu rogeria maravilhas do trico disse...

Cauê primeiramente adorei a visita e as palavras!
Eu amo crochetar mas toalha pra mim é trico eu amo o trabalho que elas dão adorei seu blog e como vc escreve isso é um dom.
Peço a Deus que continue te dando esse dom lindo de crochetar e escrever tão bem bjs lu

areiasdejade disse...

Bom dia Cauê! Obrigada por visitar meu singelo blog, fiquei feliz demais (criei este blog como terapia, não tenho maiores pretensões, por isso digo "singelo blog")
Quando falei sôbre temperamento dífícil estava falando de mim mesma KKKKK, nunca pretendi mudar os outros pois isto é impossível.
"Areias de Jade" é uma homenagem a primeira paixão da minha vida, um grande amor, um amor inesquecível; eu era uma criança de 9 ou 10 anos e êle era um super heroi em quadrinhos "O Fantasma". Quando não estava lutando para defender os wambeses, qua habitavam uma região florestal rica em pedras preciosas, O Fantasma ia para uma região onde somente êle tinha acesso, um homem comum não conseguiria vencer os obstáculos para chegar lá (corredeiras, animais ferozes, precipícios, etc.); Lá êle descansava, colocava as idéias em ordem, meditava e relaxava, e gostava de correr com seu cão Capeto numa belíssima praia. Detalhe: as areias da praia eram de jade!
Como você não era nem nascido (1956 mais ou menos) provavelmente não conhece este super heroi, nem os outros da época tipo Bill Kid, Roy Rogers etc, mas Cauê nesta época não havia tv no Brasil e o grande barato da povo eram:
- novelas no rádio
- fotonovelas (revistas)
- gibis - para nós crianças
Para você ter um idéia, a gente ouvia músicas no rádio (de pilhas , não havia energia elétrica na região) mas não conhecia a cara do cantor, a não ser quando a gente ía à cidade e via numa banca de jornal estampado na capa de alguma revista KKKKKK, (imagine a gente se apaixonava por um cantor, mas não sabia como êle era kkkkk,
Menino, como a vida era estranha comparada com os dias de hoje; agora é tudo rápido, tão rápido que a gente mal consegue acompanhar.
Bem, espero ter matado sua curiosidade. Fique com Deus
Bjs
Nely

Káthia Marchand disse...

Oie coração!!!

Infelizmente eu não tenho o hábito da leitura, e eu mesma acho isso péssimo.

Quando lemos, temos a oportunidade de expandir nossos conhecimentos ou viajar no tempo, descobrir-nos.

Fato é que eu começo lendo e de repente ... soninho... hehehehehehehehehe ...
Desculpa falar isso, mas, eu não gosto de mentir.

Mas, concordo com vc quanto a passarmos uma fase mais intimista, mais complicada, e por acaso, estou nela.

Está dando tudo errado, e na verdade, tinha que acontecer assim!

Eu sou espírita, e acredito que os dias são feitos de momentos bons e alguns ruins, porque eu não posso ser suficiente o tempo todo.

O Senhor nosso Deus, nos criou para sermos submissos somente à Ele, porque conhece todas as coisas, e se eu estou num momento difícil, pode crer ... é hora de rever meus conceitos ... rsrsrsrs ...

Meu amor, o seu texto é lindo e muito pertinente. Obrigada pela mensagem!

Mil beijos!

areiasdejade disse...

Oi Cauê! Sim, em 15 de novembro faço 65 anos, sou de escorpião tambem KKKKKKKKK. No dia a dia nem lembro que sou idosa, só me lembro quando acordo de manhã toda torta com artrite, e com dor na coluna ehehehe!
Muita gente pensa que o nome do blog se refere a alguem, ou que meu nome é Jade, mas não tem nada a ver.
Até breve
Nely

Júlio César Vanelis disse...

Obrigado pelo comentário no meu blog, Cauê... No momento, por problemas técnicos, estou impossibilitados de ler os blogs com mais calma... Mas assim que eu tiver uma oportunidade, eu volto! ;)

Um grande abraço...

Até

Calma que estou com pressa! disse...

oi Cae
obrigado pelas lindas palavras no meu blog
sabe que tb tem um cartaz alto pra mim - já te falei que te adiro por fazer croche e ter um blog e mostrar que esta arte ´para todos
eu como adoro crochê - falo direto
que conheço um bogueiro que faz croche e muito bem
tudo de bm pra ti
bj
lu

Shandra Lucia disse...

Oi Cauê, muito prazer em conhecê-lo, estou seguindo seu blog, pois é super demais. Vc é muito positivo e faz croche lindamente. Obrigadao pela visita. /Seja sempre bem vindo.
bjs carinhosos,
Shandra Lucia

Catiele disse...

Oi Cauê! Pois é, muuuiittoooo tempo né! Mas graças a Deus, estou trabalhando muito, com minhas bolsas ainda bem! E com certeza o trabalho foi melhorando a cada dia, ainda melhora, eu gosto sempre de acrescentar alguma coisa que me ajude nisso...

Ficarei muito feliz em ser mencionada em seu blog. Lembro-me sim da colcha, nossa, deu um trabalho na época, mas adorei o resultado! O square dele é bárbaro, muito lindo!

Estou curiosa para ver o resultado da sua toalha!

Até!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...