23 de nov de 2010

Novas guirlandas e entrevista para o blog da Esther !!

Boa tarde pessoal !

Hoje eu vim para trazer mais dois modelos de guirlandas que estive fazendo, e ainda postar a entrevista que respondi para o blog da Esther.

A Esther é uma amiga que conheci através da blogosfera, e que hoje também faz parte dos meus amigos no orkut. Uma artesã de mão cheia que trabalha alguns tipos de artesanato, entre eles a pintura.

Além de mim, ela tem entrevistado outros artesãos, e eu confesso que fiquei impressionado com a qualidade das perguntas, e com a forma como ela conduziu o questionário.

Por essa e pelas outras, quero convidar vocês a conhecerem o seu espaço virtual. Façam uma visita e comentem suas postagens. ( http://tecart-esther.blogspot.com/ )

Confiram agora as guirlandas, e a seguir a entrevista, que foi retirada na íntegra do blog da Esther.





Lindas né?

Mesmo usando muitos os tons de vermelho e verde, gostei bastante das variações em azul, e tons amarelos.

E aqui a entrevista:



Dinâmico, arrojado, alegre e extrovertido, inteligente e um artesão criativo. Massoterapeuta e crocheteiro. Ele encanta-nos com belos crochês. Com muito amor pela sua profissão.

Esther – Massoterapia ou Crochê – qual é a sua maior paixão?

Cauê - Sou apaixonado por tudo que faço, e na verdade, para fazer qualquer coisa tenho que estar realmente apaixonado. Porém tanto as massagens e o corpo humano de uma forma ampla, quanto o crochê, fazem parte não somente da minha rotina, mas também da minha essência como pessoa.

Esther – O que é massoterapia?

Cauê - Massoterapia basicamente é um conjunto de técnicas de massagens corporais que auxiliam no tratamento de doenças, relaxamento físico e mental, alívio do stress, firmeza da pele e tonificação dos músculos, etc.

Esther – Dê-nos uma dica básica de massagem para um alívio rápido do stress cotidiano, que uma pessoa possa fazer em casa?

Cauê - Fazer massagem nos pés! Essa é a grande pedida. Como os pés sustentam e recebem todo o peso do nosso corpo, é natural que no fim do dia a gente sinta dor nessa área do corpo, e para isso é só ficar descalço quando chegar em casa, e se possível deixá-los de molho em água morna. É tudo de bom e relaxa muito!

Esther – Quando surgiu o seu interesse pelo crochê?

Cauê - Durante a adolescência. Sempre gostei do artesanato de forma geral, e nessa fase, eu fazia tapetes de retalhos com auxílio de uma agulha de crochê, e instigado com o gancho da agulha comecei a trabalhar com linhas. Aprendi sozinho, e fui aperfeiçoando a técnica com revistas, e fazendo muitos trabalhos. Por um bom período na adolescência me mantive quase que exclusivamente do dinheiro que ganhava fazendo crochê.

Esther – Onde você busca a sua fonte de inspiração?

Cauê - Tudo é fonte de inspiração para mim... hehehe
Como observador, analizo tudo, as pessoas, a natureza, o meio ambiente, as relações. E preferencialmente procuro criar algo que vá servir as pessoas, que tenha um propósito maior. Gosto de ter aquele sentimento de missão cumprida e utilidade.

Esther – Qual é a tua preferência ao criar?

Cauê - Trabalhos para casa! Acho que a casa da gente é nosso refúgio, e como tal, precisa ter a nossa cara, os nossos detalhes, nosso gosto e sentimentos. Por isso a maior parte dos meus trabalhos são para esse setor... hehehe

Esther – Quais são os seus próximos projetos, planos e idéias?

Cauê - São muitos ! Hehehehe
Hoje, faculdade que é minha prioridade e é nela que foco meu objetivo maior. Depois tem o trabalho, que se divide em vários setores, pois além dos artesanatos, vendo produtos da natura, roupas e lanches.
Estou numa fase ótima, trabalhando bastante, semeando muito e colhendo dia após dia. Tenho essas múltiplas funções, e atendo clientes em três espaços de massoterapia. O objetivo é sempre melhorar, a mim mesmo, e a realidade a minha volta.
Estou sempre em busca desse algo melhor, mas procuro equilibrar tudo isso para conseguir viver com paz e tranquilidade.

Esther – Dê um conselho pra quem tá iniciando no ramo do artesanato.

Cauê - Perseverança, determinação, confiança. Saber que há dias bons e ruins. E que tudo é uma fase, por isso é importante aproveitar as boas, e conseguir crescer e aprender diante das ruins.

Esther – Você também gosta de cozinhar, ler e escrever. Qual o seu prato predileto de cozinhar?

Cauê - A comida de cada dia... Hehehehe
Normalmente cozinho todos os dias, pelo menos no almoço. E aí entra pratos simples, mas que ganham um sabor especial quando feitos com criatividade. Como disse, eu também faço lanches para vender, então estou constantemente me atualizando e buscando novas receitas. Prato predileto são milhares (hehehehe), mas quando quero comemorar algo, faço uma lazanha que é tudo de bom! hehehe

Esther – Pode dar-nos a sua receitinha?

Cauê - Com humor e tranquilidade na hora de preparar qualquer receita. Seja para o arroz e feijão ou para um prato mais elaborado, ter a mente sadia na hora de fazer, é o melhor ingrediente para que a comida vire um sucesso!

Esther – Indique um bom livro?

Cauê - São muitos ! Mas gostei demais de um livro chamado: "Jesus, o maior psicólogo que existiu".

Esther – Descreva-nos o universo do seu blog. E relacione seus endereços de contato (blog, orkut, e-mail, etc)

Cauê - Bom, meu blog retrata não somente meus trabalhos, mas também minha personalidade, espiritualidade, conversas e pensamentos. Gosto de fazer vínculos e contatos com as pessoas á minha volta no dia a dia. Sou de conversar, e não perco oportunidade de crescer através da experiência alheia. Gosto quando as pessoas visitam meu espaço virtual e se sentem acolhidas, bem recepcionadas. Mais que uma vitrine de trabalhos artesanais, é um espaço para troca de experiências!
Eu tenho a princípio três formas de comunicação virtual:

Email: caue_turu@hotmail.com

Blog: http://vidacompaz.blogspot.com

Orkut: Cauê Santos Massoterapeuta ¹ e ² (tenho dois perfis no orkut)

Esther – Agradeço a sua participação. Saiba que fiquei muito emocionada e feliz. Grande beijo.

Cauê - Na verdade o maior agradecimento é o meu! Hehehehe
Fiquei tri feliz com a oportunidade de participar da tua idéia de entrevistar artesãos. Quero te parabenizar pelos teus trabalhos, pela tua iniciativa, e desejar sucesso, saúde, conquistas e muita paz.
Um beijo no coração!

O objetivo destas entrevistas é valorizar o artesão brasileiro cada vez mais.
Está entrevista foi realizada por e-mail.
Esther Almeida

Era isso então meus amigos

Um beijo no coração, e até mais !

CauÊ Santos

17 de nov de 2010

Um show de guirlandas de natal !!

Bom dia pessoal !

Tudo belo com vocês?? Hehehe

Eu continuo aqui correndo a mil, entregando trabalhos da faculdade, fazendo os lanches para vender, vendendo também os produtos da Natura (sou consultor), e fazendo as massagens.

Atividades não faltam ! Hehehehe

E agora nessa época de natal, é bom que a gente pode lucrar um pouco mais com idéias simples, mas de grande efeito.
Foi assim que confeccionei esses modelos de guirlanda no ano passado. Vendi em torno de 10 unidades. Esse ano repeti a idéia e tem dado certo, graças a Deus !

Agora estou fazendo uma em tons de azul, mas ainda não consegui terminar. Assim que puder eu trago para mostrar !
Bom, aqui estão as sugestões, e podem clicar nas fotos para ampliar o tamanho.









Bom, por hoje era só ! Vou indo lá que os compromissos me chamam ! hehehe

Um beijo no coração de todos que me visitam, me lêem, comentam minhas postagem e me trazem um carinho muito especial !

Um abraço e até a próxima !

Cauê Santos

27 de out de 2010

Meu aniversário, receita de pudim, e cordão floral !!

Boa tarde pessoal !

Como vocês estão??

Por aqui tudo tranquilo e na paz. Tive uma fim de semana realmente bom e muito especial. Não somente por que estive completando mais um ano de vida (24 anos, dia 24/10), mas também por que foi o fechamento de uma semana muito abençoada.Semana passada aconteceram muitas coisas realmente boas e que me trouxeram muita alegria.

Dizem por aí que existe todo um inferno astral no período que antecede o nosso aniversário, porém nesse ano foi céu astral mesmo, graças a Deus !! Hehehehe

Bom, primeiro quero mostrar essa foto minha aí, todo SHujo de merengue do bolo. Tem um tio meu que adooora fazer isso, virou tradicional nas festas já... Hehehehe



Aqui a mesa com os doces que fiz. Apesar de ter feito alguns doces diferentes, escolhi um para compartilhar a receita. O pudim de leite que a gente costuma fazer, é quase a mesma coisa que o pudim de leite condensado, sendo que a diferença é que não precisa desse ingrediente.
Ele é tão bom quanto, e ainda mais barato !




Para o pudim de leite que aparece na foto, você vai precisar de:

Uma medida de açúcar (pode ser um copo ou xícara de café grande)
Duas medidas de leite
5 ovos

Bata no liquidificador os ingredientes, e depois coloque em uma forma caramelizada para cozinhar em banho maria. Depois que a água começar a ferver, você deixa mais meia hora no fogo. Desligue e deixe esfriar.
Coloque na geladeira até ficar firme. Depois é só desenformar e servir.

E agora, quero demonstrar um trabalho que fiz no inverno. Um cachecol floral feito a pedido para uma amiga. O resultado é fantástico, e a flor fica realmente muito bonita.




Semelhantes a este, já tinha visto vários pela blogosfera, mas esse foi o primeiro de vários que crochetei durante a estação mais fria.

Fica a sugestão, pois vale mesmo a pena fazer !

E aqui uma amostra das lãs, e dos trabalhos que fui desenvolvendo no inverno.




É isso aí. Um beijo no coração, e até a próxima !

Cauê Santos

22 de out de 2010

Torta de maçã Tereza e sugestão em crochê !

Bom dia pessoal !



Fim de semana chegando, muita coisa boa acontecendo, e eu aqui para compartilhar algo legal com vocês.

Não sei se já comentei que gosto muito de cozinhar, e volta e meia me arrisco a alguma nova receita.

Pois bem, tempos atrás descobri um velho livro de receitas que é tudo de bom, e que ensina a fazer desde pratos simples como arroz, até mais elaborados como frutos do mar.

E foi lá que encontrei essa receita da torta de maçã.



Bom, quero que desculpem a estética da torta, afinal foi a primeira que fiz, e como na receita dizia para colocar uma trança sobre ela, o melhor que consegui foi assim... hehehehe

Quero explicar também que o nome da torta é em homenagem a minha avó, ela é que se chama Tereza, e está acabando um tratamento médico devido a um problema na perna chamado Erizipel. Fiz a torta enquanto estava cuidando dela. Pena que ela mal pode comer por que a taxa de glicose dela já estava alterada.

Então, vamos a receita.

Essa torta é feita em dois momentos, o primeiro para a massa, e o segundo para o recheio.

Para a massa você vai precisar de:

1 copo de farinha de trigo
1 colher de chá de fermento
1 colher de manteiga
¹/² caixinha de creme de leite
2 colheres de água bem gelada

Junte primeiro a farinha e o fermento numa bacia e misture-os bem. Após coloque a manteiga, o creme de leite e a água. Vá colocando esses últimos com cama, enquanto vai mexendo a massa com a ponta dos dedos.

Não precisa sovar essa massa.

Quando a massa estiver bem ligada, espalhe ela na mesa com um rolo, e depois forre uma forma.

Ok, esse é o primeiro momento ! Agora falta o recheio ! hehehehe

Para o recheio você precisa de:

1 xícara de chá de açúcar
1 xícara de chá de água
3 maças
2 colheres de sopa de vinho branco
2 claras

Coloque no fogo a água, o açúcar, o vinho e as maças descascadas e cortadas em pedaços, e deixe ferver. Quando você perceber que a maçã já cozinhou, tire elas da panela, e deixe a calda engrossar a ponto de fio. (pouco depois que aparecer uma espuma na calda, ela fica em ponto de fio...)

Nesse meio tempo, você já deve ter batido as duas claras de forma que estejam em neve, aí você vai colocar a calda nessas claras e batê-las na batedeira até que esfrie o merengue.

Entenderam como funciona esse merengue?

Recapitulando: Esse merengue tem de diferente que é feito com uma calda em ponto de fio em vez de ser feito diretamente com o açúcar. Fica TRI bom e não tem como errar. E no caso do merengue que estou passando, ainda vai ter gosto de maçã. =D

Bom, agora que isso tudo já foi feito, coloque naquela forma que foi forrada com a massa primeiro as maçãs cozidas, e sobre elas o merengue. Leve ao forno e deixe até cozinhar a massa.



E está pronto !

Gente, vocês não tem NOÇÃO da delícia que isso é !!! Aqui em casa foi num tapa !!! hehehehe

Ah, e pra quem não sabia, o merengue pode ir ao forno normal. Na verdade até num bolo simples que você for fazer, pode colocar banana (ou maçã) por cima, e o merengue também que tudo assa junto e fica ótimo.

Olha aqui o pedaço que eu comi segundos depois da foto ! hehehehe



Bom, já que demonstrei os dotes na cozinha, vamos ao crochê.



Fiz essa capa enquanto esperava uma cliente no espaço. É bem rápido de fazer, um ponto simples, e com um efeito bem bonito. Usei barbante nº 3 e agulha nº 2.





Costumo vender esses potes de vidro com a capa a 15,00.



Tirei todas essas fotos pra que vocês conseguissem ver melhor como ficou o resultado.

Bom pessoal, por hoje é só.

Agradeço muito a visita e o carinho de todos, e desejo um ótimo fim de semana !

Um grande abraço e um beijo no coração

Cauê Santos

14 de out de 2010

Cortina em crochê e mensagem: Você ainda tem liberdade para pensar?

Bom dia meninas !

Tudo certinho com vocês?

Comigo tudo ótimo ! e após todo esse tempo de afastamento, estou voltando com mais uma postagem para compartilhar um dos meus últimos trabalhos.

Na verdade, essa postagem é dupla, tanto para mostrar um trabalho tanto para expor meu pensamento.

Antes de tudo quero dizer que estou correndo a mil por hora. Estou tendo o semestre mais puxado desde que entrei na faculdade e estou também abrindo meu segundo espaço de massagem (afinal sou massoterapeuta, lembram?).

Não tenho feito muito crochê, na verdade tenho feito mais é resumos, textos, artigos... Hehehehe

Mas sempre que posso dedico um tempo a essa arte tão especial.

Ah, eu quero mandar também um SALVE pra todos os amigos visitantes, seguidores, comentarias, e apoiadores tão especiais que me visitam, me lêem, me comentam e enviam o seu carinho e a sua energia de uma forma muito legal: Muito obrigado !

Hoje quero mostrar a cortina em crochê, que fiz com 120 rosetas, barbante nº 3 e agulha para barbante tb nº 3.

Aqui uma foto da cortina na íntegra.





Aqui uma parte do trabalho que dá pra visualizar melhor as rosetas que fiz.



E aqui outra.



Mas como disse, não é só por isso que vim postar hoje, vim também por que precisava conversar um pouco.

Ontem assisti uma notícia que me deixou preocupado.

Provavelmente já comentei em alguma postagem, que não sou muito inclinado a politicagem, mas é impossível nesse período do ano conseguir fechar olhos e ouvidos pra todo movimento eleitoral que está acontecendo.

As vezes observo as pessoas brigando, se degladiando, e baixando o nível em função disso, e fico pasmo analizando como que pode um rebaixamento tão grande.

Analizo de canto, que a vida é mt mais que um partido político, é muito mais que uma campanha, é muito mais que um número.

Complementando meu pensamento, essa semana passei por uma experiência muito forte e que me fez apronfudar essa análize. Perdi um entre os meus amigos mais queridos de uma forma muito estúpida.

O André tinha 24 anos, e morreu em casa, devido a um infarto no miocárdio.
Ele sempre foi muito político, muito partidarista, muito militante.

E agora eu me levo a pensar sobre o que perpassou a perda? O que realmente ficou? O que valeu a pena?

E entendo que:

A gente tem que ter noção que os motivos pelos quais decidimos viver, tem que ser suficientemente importantes a ponto de também morrermos por eles.



Imagina se um militante, partidário, brigão pela causa, descobrisse que perdeu todo um lado bom da vida por se entregar a infinitas discussões, infinitas oposições?

Eu realmente não consigo ver mérito nisso. Pelo contrário, vejo as pessoas dedicando não somente seu nome, mas também sua saúde, sua família, seu vínculos de vida.

E o problema é que se a causa ainda fosse mais digna, mais séria.

Mas muitas vezes não é isso que vemos, pelo contrário, vemos uma vergonha sem fim instalada em nosso país. Esses mesmos militantes confusos sobre o tema de sua causa, hora defendem um partido, hora defendem um assunto, hora defendem uma outra pessoa. E nessa troca de rumo se perdem de sua essência.

Se não bastasse a comoção que a perda do André me trouxe, ontem eu vi uma notícia que me deixou angustiado.Vi a candidata Dilma Roussef tendo que assinar um documento, diante de uma liderança evangélica, que dizia que ela não iria assinar alguma lei que fosse a favor da legalização do aborto, ou do casamento homossexual.




ENTENDAM: não estou colocando meu pensamento sobre o candidato a presidência, nem sobre o aborto, nem sobre casamento homossexual.

O que me deixou indignado foi ela ter que voltar atrás no seu próprio pensamento devido a ignorância de algumas pessoas.

Ela nunca disse que era a favor do aborto, mas que era a favor de políticas públicas que o regulamentassem.
E isso vai muito além do nosso pensamento sobre o tema.



Por exemplo, eu posso ser radicalmente contra o cigarro, mas tenho que convir que os hospitais precisam atender os pacientes quando chegam com câncer no esôfago, ou nos pulmões, ou com alguma outra doença proveniente do uso do tabaco.
O fato de apoiar o tratamento a pessoas que usaram o cigarro, não quer dizer que eu apóie o cigarro.

O aborto é da mesma forma.

Particularmente eu sou radicalmente contra, e pelo contrário, sou a favor da vida sempre.
Mas isso não vai diminuir o número de mulheres que morrem em clínicas clandestinas no nosso país.

E tento entender como que vou ser punido por pensar assim? Será que vou ser obrigado a voltar no meu pensamento por causa do pensamento alheio?

Eu realmente não consigo entender isso ! Nós não vivemos mais uma democracia?

A ditadura que emails vivem falando que vai acontecer quando Dilma ganhar, na verdade já está acontecendo, quando um cidadão brasileiro é impedido de pensar livremente.



Eu realmente lamento essa situação, lamento por ela, lamento pelas pessoas que a fizeram tomar essa atitude.

E realmente desejo que possamos ter liberdade com nós mesmos.

Aqui fica minha mensagem, desejando que você se desperte para a sua verdade, para quem você é na íntegra.



Que você possa viver sua individualidade, sua diversidade. E tudo isso com paz, com respeito, com amor.

Lembre sempre: a vida é única, por isso faça valer a pena cada minuto !

Um beijo no coração e até a próxima !

Cauê Santos

16 de jul de 2010

Recomendação de livro

Bom dia pessoal!

Como estão todos?

Aqui no sul está cada vez mais frio !! E olhem que quando gaúcho reclama de frio, é por que o negócio tá osso mesmo ! Hehehehehe

Ontem á noite não era ainda 20:00hs e o termômetro marcava 3º ! :S

Mas o bom disso, é que muitos de nós trabalham mais. Tenho visto muitas das nossas artesãs fazendo blusões, mantas, pelerines e tantos outros trabalhos em lã. E se estão fazendo, estão também lucrando, e isso é muito bom !

Desejo que Deus continue abençoando o trabalho das suas mãos, e que sejamos todos prósperos.

Quanto a mim continuo no crochê e agora no tricô. Tenho feito muitas peças ! Estou com várias encomendas.
Infelismente não consegui trazer minhas fotos para mostrar hoje, mas estou providenciando !

Fiz uma cortina em barbante que tá um espetáculo, mantas em tricô, boleros, toalhas, e um blusão. Mas tudo isso vai ficar para a próxima postagem.

O assunto de hoje é um livro ! hehehehe

Apesar de ter sempre vários livros para ler devido a faculdade, gosto de ter á mão uma leitura secundária para diversificar meus assuntos... Hehehehe

Até pq falar e viver só um setor não dá né !

Tem que ser multifuncional...

E nessa multifuncionalidade, entre viajens de ônibus, e tempos de ócio, eu que não consigo ficar parado, li esse maravilhoso livro, que conta a história de um pai que teve sua vida radicalmente transformada quando perdeu sua filha caçula.
Ele tinha levado os três filhos para acamparem, e em meio a esse acampamento sua filha desapareceu, ficando os indícios em uma cabana, de que ela teria sido morta.
Três anos depois ele recebe um recado, provavelmente de Deus, o convidando a retornar a mesma cabana.

E quando ele retorna a cabana... Muitas surpresas o aguardam...



"A cabana" é um livro fantástico !

E eu creio que tenha sido escrito por alguém que teve uma experiência muito forte com Deus. No livro são tratados assuntos como perdas, frustrações,medos, perdão, e várias outras áreas da nossa vida que precisam sempre ter um cuidado especial.

Eu recomendo de coração !

11 de jun de 2010

Violetas, na minha janela...

Bom dia meus amigos !

Passei essa semana numa correria medonha em função da mudança da tia e de trabalhos na faculdade. Queria muito vir aqui para podermos conversar um pouco e trocarmos umas idéias.

Vocês já sabem que meu foco não é somente apresentar os trabalhos em crochê, mas escrever as minhas reflexões e lições que aprendo no dia a dia. Inclusive, nessa foto aqui abaixo, me pegaram distraído, provavelmente analizando alguma coisa... É sempre assim que eu fico... Hehehehe





E não que sejam grandes feitos ou grandes situações que tenho vivido... Pelo contrário, são mínimos acontecimentos, diante dos quais desenvolvo minha análize, minha perspectiva e principalmente, minha capacidade de aprendizagem e crescimento.

Minha conversa começa com um antigo pensamento meu: de que lugar de plantas e flores, era fora de casa (!!!!). Na verdade, não gostava de umas violetas que minha avó tinha na janela de nossa cozinha. Vivia jurando que ia colocar elas para a rua, que elas não eram bonitas, que não tinha cor, nem flores. Era somente as folhas das violetas. Quase objetos inanimados (conforme meu entendimento á época).



Até mesmo prometia que ia fazer alguma arte pra colocar no lugar das plantinhas...

Mas sabem que num certo dia, enquanto lavava a louça do almoço, percebi o quanto elas estavam secas, e mesmo não gostando muito, resolvi regar cada uma delas. Fiz isso, coloquei a água, acabei de lavar a louça e segui meu rumo.

Mas o mais impressionante e espetacular (pelo menos para mim) é que no dia seguinte, exatamente no dia seguinte, tinham nascido flores nas violetas. Bem roxas, muito bonitas.

Achei a experiência tão fantástica, tão interessante que peguei o gosto pela jardinagem, pelo verde, pelas plantas, e logo, pelas flores. Descobri, depois de alguns anos de vida (hehehehe), que se regarmos uma planta, a colocarmos em uma terra fértil, e principalmente se nos comunicarmos com ela, ela vai nos dar um retorno sobremodo especial. Inaudível, mas muito especial.

Sei que isso que aconteceu não representa nenhum milagre, nenhuma façanha, nenhum ato de bravura ou de grande mérito. Pelo menos para alguns pode significar a coisa mais simples do mundo. Menos para mim.

Para mim foi uma grande, muito grande lição.



Sobre percepção, sobre cuidado, sobre carinho, sobre olhares atentos, sobre manutenção. Aprendi uma lição muito especial sobre detalhes...

Se pararmos para pensar, vamos ver que são os pequenos detalhes que fazem toda a diferença. É o "pingo nos is", é o leme do barco, é o bom dia. É o olhar, é o toque, é o sentir-se bem.

E se você descobrisse que existe uma outra maneira de alcançar sua felicidade?

E se descobrisse que os bens mais preciosos não são avaliados, nem comprados, nem pagos por valor algum?




Vocẽs já pensou nisso?

Em como as coisas pequenas, simples e singelas é que nos trazem o crescimento e a estabilidade.

Podemos ter uma grande casa, mas ela só vai abrir todo seu requinte e aconchego, se você tiver uma pequena chave...

Da mesma forma foi com as violetas da minha janela, foi apenas um olhar, um minuto de atênção, um toque, um pouco de água limpa e nova.

E a vida se renova, e as flores abrem, e o coração se alegra, e o mundo se transforma.



Não precisamos ir muito longe. Todos sabem que dia é sábado ! Dia dos namorados ! Dos apaixonados, enamorados, aqueles que tem algo em comum.

E o que é essa paixão, o que é esse amor?

Para mim, é muito mais que um presente no dia, é muito além de algo material, que pode ser manipulado. Envolve o sentimento, envolve o que não pode ser expresso em palavras.



Envolve o sentir-se bem, o estar confortável e seguro perto de alguém que nos faz melhores. Precisamos sim viver dias de enamoramento, de paixão incandescente, de entregas por amor.

Amor por aquela pessoa em especial, que nos conhece, e mesmo assim continua nos querendo o bem. Que nos afaga o ego qnd diz que nos ama. Que nos levanta o astral, mantém o bom humor. Que divide a cama e a vida, os sonhos, os planos. Os desejos do coração.



Amor pelos amigos, que tem a palavra certa no momento exato. Que nos abraçam e nos devolvem aquilo que nos é próprio. Amigo que olha nos olhos e sabe quem somos e como estamos.

Amor pelos filhos, pela família, nossa base, força de nossa estrutura. Nosso referencial, bem mais precioso. Amor por momentos em família, pelo arroz com feijão, pelo churrasco de domingo, pelos atritos, pelas diferenças e individualidades que nos unem.



Amor pela vida, e pela renovação natural que ela proporciona ao longo dos tempos. Até ontem o verão estava aí, com todo seu calor e intensidade do sol. Com o corpo a mostra, com poucas roupas. E está hoje o inverno, com o rigor do frio (ainda mais aqui no sul). Mas ainda este é apenas uma fase... A primavera vai voltar, as flores da minha janela estão voltando a crescer. De uma maneira muito natural o rio vai retornando ao seu rumo.

E quem é que move todas estas coisas? As estações, as fases, os tempos cíclicos da vida?



Aquele que viveu e ainda vive. Aquele que se entregou a si mesmo, se dedicou. Creu no retorno de seus atos.

Aquele que é perfeito em amor, e digno de todo reconhecimento. A Ele, Jesus, meu amor, e minha gratidão.

E eu desejo de maneira intensa e profunda que o amor do Pai possa ser derramado sobre nossas vidas, sobre nossa nação, sobre cada pessoa na tranquilidade ou agitação de sua casa.



Eu desejo que você seja cheio do amor de Deus e possa crescer em sua graça.

Quando perguntaram a este Jesus qual o maior dos mandamento de uma religião, o mestre respondeu: "Amarás o Senhor teu Deus como o único Deus, e ao teu próximo como a ti mesmo".

Ora, como queremos amar alguém, ou sermos amados, se não nos amarmos a nós mesmos?

Veja que a cruz que é feita com uma linha vertical e outra horizontal: na vertical simbolizando a religação ao céu, ao Pai, mas também na horizontal quando nos liga aos homens, quando nos liga aquele que está perto de nós.



E quando você se perguntar o que fazer, ou de que maneira superar, como vencer, ou como conquistar, creia Naquele que é Maior, e poderoso para mudar nossa história a cada dia. Creia que quando clamamos a Jesus, Ele nos ajuda nas nossas fraquezas, nas nossas frustrações, no nosso desamor.

Eu desejo que este amor que falo e que procuro repartir a cada dia, possa ser derramado sobre sua vida, sobre seu namoro, seu casamento, sobre sua família, e sobre todos os seus caminhos.



As fotos que trouxe junto dessa postagem, são algumas que tenho tirado desde meu novo olhar sobre as plantas.

Quero dedicar esta postagem para duas amigas:


A Rosan (rosan-estmulos.blogspot.com), uma gaúcha de São Marcos aqui do Rio Grande do Sul, que adora Cactos e suculentas. E o legal é que quando eu conheci o blog dela, eu ainda não tinha aberto meus olhos para isso de bom que a natureza tem. Mas em compensação hoje tenho várias suculentas na minha casa. Muito obrigado pela semente inconsciente que tens lançado minha querida ! Que Deus conserve sempre a tranquilidade que tu transmite !

E á querida Mamélia (adorocrochet.blogspot.com), apaixonada por fotos, por crochê, por peças antigas. Uma pessoa muito especial, e que apareceu em minha vida graças ao google. Enquanto pesquisava sobre um determinado tema encontrei o blog desta mulher que é uma vencedora. Uma pessoa que eu admiro muito, e sobre quem desejo o melhor de Deus. Ela tem uma família muito abençoada, e um testemunho de vida extremamente precioso.
Mamélia, aquela rosa cor de rosa é especialmente para ti ! Tirei a foto enquanto estava fazendo um passeio e lembrei de algumas fotos semelhantes que tu tirou um tempo atrás.


Um abraço a todos amigos, visitantes e seguidores,


Um beijo no seu coração




Apaixonadamente... (hehehe)

Cauê Santos

1 de jun de 2010

FENADOCE em Pelotas, e sugestões em crochê

Bom dia meninas ! E meninos... Hehehehe

Como estão?

Aqui está tudo ótimo, graças a Deus !

Com bastante frio,e temperatura menor que 10º. Mas como sou gaúcho, e adooooooro o inverno: não tem ruim ! Hehehe

Mas trouxe para compatilhar com vocês as fotos do meu passeio de sábado. Estive em Pelotas, fica a 30 minutos de distância de onde moro, e que também é conhecida nacional e internacionalmente pelos seus famosos doces, tradição portuguesa e peculiaridade local.
É em Pelotas que está acontecendo a FENADOCE (Feira Nacional do Doce), e eu estive lá, marcando minha presença (hehehe) e tirando algumas fotos.

Primeiro eu sozinho, loquiando em função da foto... hehehehe



Nessa foto eu e alguns amigos !



Mas além das fotos de amigos e nossas mesmo, é interessante que onde quer que a gente vá, tudo que está relacionado ao crochê e as artes, acaba nos chamando a atenção.

E minha lente não poderia deixar passar desapercebido esses trabalhos !

É bem comum que em feiras como esta, haja bancas de artesanato em geral. Mas nessa em peculiar, tinha uma banca do Sesc, que mostrava trabalhos de várias cidades do Rio Grande do Sul.
Foi feita uma parceria entre a entidade e a casa do artesão de cada cidade. Mas com um foco: desenvolver trabalhos que valorizassem a cultura local. Por exemplo, as cidades costeiras de nosso estado fizeram trabalhos voltados ao mar.
Observem a riqueza desses sapatinhos de bebê, um em formato de sapinho e outro de um cisne (?).

Primeiro uma foto que foca mais o sapinho, e outra que mostra o restante dos trabalhos. Analizem a criatividade e perfeccionismo desses artesãos:





Aqui eu trago a foto que mostra uma dessas bancas. Mas em peculiar aquela guirlanda com fuxicos que aparece. Achei a idéia ótima !
Barata de fazer, bonita e que pode render um bom lucro para quem for confeccionar.
Deixo como sugestão !



E quero mostrar também um trabalho que considerei EXCEPCIONAL, pela originilidade, pela minuciosidade da confecção, pelo cuidado, enfim, pela excelência.
Quando vi as almofadas e colchas demorei a assimilar que era crochê. Se tornou ainda mais legal quando me contaram que foram feitas por um homem !
Legal né !





Desse mesmo artesão é esta divisória. A madeira é de demolição, e o entremeio de crochê. Bunitão né !



E aqui minha última sugestão. Uma toalha em crochê que estava sobre uma mesa de doces, e que um tempo atrás a Nélia postou em seu blog. (magiadocrochet.blogspot.com)
Por isso estou trazendo as duas sugestões. A da feira, e a da Nélia.



E aqui a toalha de mesa da Nélia.



Bom pessoal, por hora era isto ! Estou fazendo alguns outros trabalhos e assim que acabar trago para mostrar.

Um abraço e um beijo no coração

Boa semana a todos !

Com carinho,

Cauê Santos
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...