10 de out de 2012

Sua Felicidade está Pesando DEMAIS?

Bom dia pessoal  !

Tudo belo com vocês?





Hoje venho para compartilhar um blog muito especial que visitei pela primeira vez, e que me fez muito bem.

O blog CASAS POSSÍVEIS da amiga Yvone, é certamente uma viajem, entre tudo que nós gostamos.

Lá você encontra dicas de decoração e reciclagem, receitas de culinária, reeducação alimentar, crochê e artesanato, moda, pensamentos e lições... Ufa, tem muita coisa boa !

Além disso tem a experiência de vida e a maturidade de uma mãe, esposa, dona de casa, trabalhadora, artesã e escritora fantástica. Comparei alguns escritos dela aos de Martha Medeiros, pela linguagem atual e descomplicada.

Vale a pena ver e ler !


Confesso que passei algumas horas viajando entre postagens e leituras. Guardei imagens, guardei receitas e dicas, e pensei bastante enquanto lia.





Não somente pensei, mas senti muito. Pensei com o coração, e pude refletir sobre algumas áreas da minha vida que estão merecendo atênção especial.

Desde que entrei nesse emprego muita coisa mudou na minha vida, mas muita coisa mesmo. Em todos os sentidos eu acho.

Muita coisa melhorou ! Cresci na vida, prosperei, comprei meu terreno, minha moto. Fiz novas amizades, renovei meu círculo de amigos, mudei os ambientes que frequento.

Ganhei uma sobrinha e afilhada nesse meio tempo, o que por si só, já alterou muita coisa em mim e principalmente na família.


Mas nem tudo foi bom, preciso reconhecer. Com a mudança de emprego, a rotina mudou, e se tornou mais intensa, mais cansativa, mais corrida.

Vocês sabem que eu faço faculdade de história, e essa, ficou se arrastando... Tenho dificuldades para me manter sempre aprovado nas cadeiras que faço e com energia suficiente para lidar com a jornada diária de trabalho, viajem e faculdade. Pois moro em um lugar, trabalho em outro, e estudo em outro bem mais distante.

Fora isso, percebi em mim, que algumas alterações aconteceram nesse período. Talvez com a vida boa, e principalmente com a moto, diminui os exercícios físicos, passei a me alimentar mais, a dormir mais, e a engordar mais...

Estou redondo ! Hehehehehehe
Um redondo lindo, reconheço, mas redondo mesmo assim.

Pois então, na tentativa de movimentar minha vida e reequilibrar os setores, resolvi pegar algumas ferramentas para isso.

Voltei a fazer caminhadas diárias, que me fazem um bem tremendo em todos os sentidos. Eu fico mais disposto, mais animado, posso pensar e refletir enquanto caminho, além de me ajudar na balança, né.

Programei a leitura de um livro por mês e tenho seguido esse objetivo. Uma vez ouvi que pessoas que lêem nunca ficam sem assunto, e Deus me livre de me tornar um aculturado ! Hehehehehehe



Outro objetivo que coloquei foi de rever filmes, seriados e miniséries que eu vi quando era criança. Cheguei a auto conclusão de que rever programas que eu vi quando era criança iriam me ajudar a descobrir alguns porquês da minha atual formação como pessoa.

E fora isso, resolvi remexer meus objetos, roupas e armários.

Realmente acredito que o movimento gera energia. E que objetos parados deixam a energia parada.

Já observei, que quando faço mudanças no meu quarto, mas aquela de revirar gavetas, caixas e papéis, é por que estou querendo mudar ou em processo de mudança.

Acredito que a vontade de mudar e a mudança em si são necessárias para evolução e crescimento.



E para mudar é fundamental que haja um sentimento:

DESAPEGO !

E confesso que venho trabalhando esse sentimento há anos. Sempre me pergunto o que é importante, fundamental, necessário ou fútil para mim. Fazendo estas perguntas consegui me descobrir além dos meus habitos e costumes.

As vezes fazemos coisas sem realmente pensar se é certo ou não, se vale a pena ou não.


Acredito que uma das primeiras experiências que tive com o desapego foi alguns anos atrás quando eu gostava muito de sapatos.

Eu usava sapatos no dia a dia, e o hábito se tornou um gosto, e o gosto um vício. Eu comprava muitos pares. Tinha um de cada jeito, apesar dos calçados masculinos serem mais limitados.

Lembro que nessa época eu tinha uma família de amigos muito próximos. E seguido eu ia na casa deles.
Eles eram bem pobres na época, mas muito hospitaleiros. Lembro que eles faziam de cada refeição um evento. E realmente era. Normalmente as grandes refeições eram apenas café e cuca.

E como eu era muito amigo, entrava na casa deles sem bater na porta. Até que certa vez fui lá, e um deles tinha ganhado um parte de sapatos de uma tia. E estava combinando com o irmão que usaria o sapato num dia e que o irmão usava outro dia.

Eles dividiram um sapato entre os dois. Tinha somente aquele par.

Eu fiquei tão impressionado de ouvir e ver aquilo, já que eu tinha tantos pares de sapatos em casa, que decidi doar todos os que tinha.

Só para eles eu dei 12 pares de sapatos. E fui distribuindo. Até que fiquei somente com um par.

Naquela época eu decidi ter e usar somente um sapato de cada vez. Era minha atitude de desapego.
E até hoje, quando compro um sapato novo, ou um tênis novo, o anterior eu passo adiante.

                                                                     
E sabem que o mais interessante, é que eu mudei completamente meu pensamento daquela época para cá.
Não somente quanto aos sapatos, que não tem mais o mesmo fascínio, mas em quase tudo.

Me tornei mais clean, mais simples, mais livre.


E fui descobrindo que quanto mais abrimos mão daquilo que nos pesa, mais felizes nos tornamos.

Entendam, a felicidade não é pesada ! É leve ! Do tamanho do coração !

Você pode construir uma casa para ser feliz, não vai adiantar.

Você pode comprar um carro para ser feliz, não vai dar certo.

Você pode conquistar muitos bens para ser feliz, não vale a pena.

Depois que aprender que a felicidade vem primeiro daquilo que você sente e daquilo que você é, e não daquilo que você tem ou paga, aí sim, sua felicidade vai começar a se ampliar através das suas conquistas.





Eu desejo de todo coração que possamos ter momentos de confronto e análize com nós mesmos, a fim de identificar o que nos faz melhores e realmente felizes.

Que abrir mão dos pesos que carregamos seja o primeiro passo para abrir o coração para a felicidade da vida.

Eu estou torcendo por você !

Um beijo no coração,

Cauê Santos

35 comentários:

Marta Alves disse...

Oh cauê, adorei o seu texto, quase fiquei com lágrimas nos olhos! Você consegue transmitir uma sensibilidade tão grande no que escreve. Adoro as suas reflexões e a forma como as transmite, tão simples e sincero.
Concordo com tudo o que você escreveu, principalmente a parte do desapego e esta frase: “Acredito que a vontade de mudar e a mudança em si são necessárias para evolução e crescimento”. E também concordo que “quanto mais abrimos mão daquilo que nos pesa, mais felizes nos tornamos”.
Eu estou a passar por uma fase de mudança na minha vida, em que fui obrigada a me afastar de muitas coisas e pessoas que na altura eu pensava que iriam existir ‘para sempre’, e acabei por descobrir que me estavam a fazer mal e a pesar demasiado, pois agora sinto-me bem mais leve e com espaço para deixar entrar pessoas e sentimentos novos na minha vida. Também estou a exercer algum desapego em relação a objectos, a aprender a dar mais importância ao ‘ser’ e menos ao ‘ter’, e a descobrir como é bom ter amizades e pessoas com sentimentos bons e positivos na nossa vida, mesmo quanto tudo parece estar mal.
Muito obrigado por compartilhar connosco o ser lindo que você é. Que Deus te abençoe e te dê tudo de bom.
Beijos,
Marta

regine a.paiva disse...

Oi Caue
lindo post, com muitas "verdades"
especialmente ao que se refere o
renovar energias. Tudo a ver:
quando vejo meu armario cheio de coisas inuteis e que ja nao me interessam mais, e me desfaço delas
tenho a sensaçao de leveza e minha energia nova me deixa contente!

Ou quando to com pouca "grana", quanto mais eu seguro e economizo, parece que ta sempre faltando. Porem quando penso: to nem ai vou gastar no que è necessario e nao vou me preocupar, ele realmente acaba (hahahah) mas ai vem o bello... depois disso me transforma na Maria batalheira e corro atraz do que falta e consego reequilibrar tudo de novo (:DDD).
Moral da minha historia: quanto mais libero energias, mais meu campo magnetico cataliza outras novas e mais fortes! Estranho isso mas pura verdade.
Beijos do coraçao, que seu caminho seja repleto de coisas significantes.
Tchau

Fatima Gouveia disse...

Olá Caue! Fiquei feliz com sua visita, e adorei seu post.
Que ação mais nobre! Fiquei emocionada com a história dos sapatos e pensei mesmo seguir o seu belo exemplo.
Se quizer a receita do docinho, mande seu email.
Mil felicidades para você.
Mifá

Santinha disse...

Ola Cauê
Vim agradecer sua visita, seu comentário para lá de elogioso e estimulante, chego aqui encontro esse post falando do meu blog. Nossa uau! Meu coração se encheu de alegria e recompensa, fiquei surpresa mesmo.

Assim como você, eu continuo crescendo, aprendendo e de tempos em tempos vou renovando, reavaliando, igualzinho ao recado do Raulzito, podemos preferir ser uma metamorfose ambulante a ter aquela velha opinião formada sobre tudo.Para mim tem dado certo.

O tempo muda tudo, leva tudo, traz o novo, mata o velho, tira a recordação, apaga a memória, nos arrasta com ele e nem pergunta se queremos ir ou não. Precisamos estar sempre atentos aos sinais para perceber a hora das mudanças nénão?

Olha,vi que conseguiu comprar o pedacinho de terra tão sonhado e que já esta pensando em começar a obra. A parte boa é o sonho e ver tudo terminado, a parte chata de qualquer construção é a demora e os perrengues no meio do caminho. Falei muito sobre isso lá no blog.

Fiquei encantada com seus trabalhos em crochê (lá em casa a crocheteira oficial da família é a mamãe), vou te deixar um link aonde tem alguns trabalhos dela para você babar.
http://www.flickr.com/photos/yvone/sets/72157604429016373/
Cauê, sinto-me recompensada em saber que meu blog te inspirou e o ajudou a promover mudanças tão importantes para seu bem estar.

Agradeço ao mundo virtual a oportunidade real de promover encontros como esse que toma de assalto o nosso coração, nossa alma, nos conectando a outros seres de forma especial e magnética.
Parabéns pra você (um dia 24 tá chegando), pelo blog e pela linda família e amigos que vi aqui no blog.

Quanto a seu texto sobre: E se você perdesse suas memórias? Vou tentar responder por lá viu?!
Bj no coração
yvone

Regiane / Monica disse...

Oi Cauê... amo seu blog de paixão, agora que consigo postar comentários estou visitando todo mundo... affe e haja gente.
Parabéns pela sobrinha mais fofa que vc tem... te admiro muito e continue sendo essa pessoa sincera que vc é... sou sua fã e tenha um feriado abençoadíssimo por Deus, pois vc merece. Com carinho. Regiane.

Manoel Carlos Alves disse...

Passei, vi, li e gostei... Adorei esse blog. Parabens!
Aguardo a sua visita em meu blog, se possivel, vote em meu blog para o "PRÊMIO TOP BLOG 2012" já somos TOP 100, agora 2º turno... Seja bem vindo(a) Manoel Carlos Alves - http://inkdesignerstampas.blogspot.com

Manoel Carlos Alves disse...

Passei, vi, li e gostei... Adorei esse blog. Parabens!
Aguardo a sua visita em meu blog, se possivel, vote em meu blog para o "PRÊMIO TOP BLOG 2012" já somos TOP 100, agora 2º turno... Seja bem vindo(a) Manoel Carlos Alves - http://inkdesignerstampas.blogspot.com

Alessandra disse...

Gostei de conhecer seu blog, e ver tem homem fazendo trabalho manual fiquei feliz com isso , aproveito para convidar vc para conhecer minha lojinha virtual
www.vivendoartes-aleartes.com.br
até mais

Teresinha disse...

Olá Cauê
Primeiro quero felicitar-te pela sobrinha que adivinho ser um encanto!
Segundo quero agradecer a visita ao meu blogue e o lindo comentário lá deixado.
Terceiro... que energia super positiva, que beleza de pessoa que você é, que bondade, que vivacidade, que vontade de aprender tudo, de viver tudo com tanta intensidade!!!
Que Deus te dê forças para conseguires isso tudo... nunca desistas de nada.
Acredito que, com tanta energia que libertas, nunca ficarás redondo como referes!!!
Felicidades e muita força, amigo.
Um beijo da amiga
Teresinha

Ellen Caliseo disse...

Oiii..
Adorei esse cantinho crocheteiro, tb acho qu mudanças são necessárias, tanto na vida,como na casa..com isso retira-se poeiras, a energia é renovada..que chato serias se td fosse igual sempre? ..
Obrigada pelo carinho lá no bloguito..
Uma linda quarta..
Bj

Elza Carrara disse...

Bom dia Cauê,
Vim agradecer a sua visita no meu cantinho. Fiquei muito feliz em ler seu comentário :)
E vc está certíssimo, mudanças são um início de crescimento!
bjs e ótimo dia pra vc

areiasdejade disse...

Belo post, toca nosso coração e nos faz refletyr!
Nely

Adriana disse...

Olá Cauê,que postagem gostosa de ler...mudanças as vezes assusta mesmo,mas é muito bom.Sabe que antes de eu fazer artesanato(levar a sério como uma profissão)eu vivia mudando os móveis de casa,kkkk muitos deles não resistiram...ficaram molengas...mas depois dos feltros meus móveis e minha boca(dietas)não sofrem mais com a minha ansiedade.
beijos carinhosos

Táta disse...

Olá Cauê
Eu adorei o seu texto, e acho que precisamos ler e meditar sobre ele.
Brigadim por dividir.
bjokas, Cátia

Dré disse...

Olá Cauê!
Que belo post, heim?! Depois vou voltar para reler e assimilar as coisas boas que escreveu e tb para visitar o blog que vc indica...
E parabéns pela bela sobrinha afilhada... realmente é uma coisinha mais linda... uma bênção!

Nem vou comentar muito agora pq já passou da hora de ir dormir... são 3h36 da manhã... vê se pode?!

Bjs e tenha uma óooooootima semana!
Dré
*

Nélia Botelho disse...

Olá Cauê

Quanto tempo não passo aqui...foi o tempo da sua mudança pela qual o felicito.O apego a pequenos bens materiais faz com que muitas vezes nos esqueçamos (ou simplesmente não tenhamos tempo...) de abrir a janela e olhar o mundo com os olhos da alma e descobrir o que realmente é importante.
Parabéns pela linda sobrinha/afilhada e os votos das maiores felicidades.
Um abraço
Nélia

Fuso e Roca disse...

Olá Cauê,

concordo plenamente com você, não precisamos de muita coisa pra viver e ser desprendido é o melhor caminho para se ter leveza de espírito e que bom pra você ter sabido disto em plena juventude, parabéns!
Mas, você é super gentil e gosta de ajudar, é um traço marcante do seu temperamento. Tem gente que detesta dar dicas e, de minha parte, só tenho a agradecer-lhe, fui atendida pela sua generosidade quando perdi o "blog roll" e você deu-me dicas num pap perfeito. Está certo que ainda não obedeci as regras por depender de outrem porém, sigo a lista de "blogs" através do "design" como ensinou.
Agora visitarei o Casas Possíveis seguindo sua sugestão.
Sua sobrinha e afilhada é lindinha! É gratificante a chegada de gente nova na família, parabéns aos papis também!

Um grande abraço,
Lu

Felipe melo disse...


Bom,queria falar que me recomendaram esse blog é bom demais,ja li esse post varias vezes e outros,é sempre bom ver recomendações,ouvir falar que tem um site bom ai de rastreamento um tal de http://rastreamento.org alguem ja ouviu falar?sabe me falar se é bom?

Norminha disse...

Olá Cauê!

Totalmente sensibilizada!!! rs...
Um forte abraço,

Norminha

Célia disse...

Olá,quanta sabedoria em um jovem!!
Fico feliz que além de nos passar tanta lição...você vive tudo isso!!
Deus te abençõe grandemente meu querido amigo blogueiro!Te admiro de montão!!Beijos no seu coração S2 Célia

Anônimo disse...

Oi,Cauê.seus pensamentos são lindos...hoje eu estava triste,navengando na net encontrei seu blog e estou muito melhor.add meu email fabioid5@hotmail.com

Marli disse...

Olá!!

Bom dia.

Lindo texto!
Adorei!!!!!!!!!!!

Estou passando para te deseja um feliz natal e um prospero ano novo.
Que seus sonhos se realize neste ano que vem.
Com muita paz e alegria.
Sempre com Deus no coração.
Abraços,
Marli

Mara disse...

Sumiu no corre-corre da vida?
Passando pra lhe desejar um Feliz Natal e um esplendido ano novo, com muita paz e saúde.
Quando tiver um tempinho passa no meu pedaço pra ver mais uma colcha pronta.
Saudades de suas palavras. Até breve, assim espero,
bjs
Mara

J Araújo disse...

Cauê, conheci seu blog e confesso que é muito bom mesmo. Com certeza a vida nos reserva surpresas nem todas agradáveis. Mas quando colocamos Deus em nossos projetos de vida tudo muda, e Deus tem estado ao seu lado, talvez mesmo sem você perceber isso.

Um abraço e Feliz Natal. E que você continue prosperando em 2013.

Ana Brito disse...

Olá,boa noite,visitando o blog de uma amiga virtual conheci seu blog e resolvi visitá-lo,gostei muito do que vi e li,parabéns!Agora sou sua seguidora!Se quiser conhecer meus blogs dá uma passadinha por lá! http://dycroche.blogspot.com.br
http://meurefugiomeucantinho.blogspot.com.br Abraço!

Sônia Maria disse...

Cauê, estou precisando de fazer o mesmo exercício que você fez... Tenho certeza que eu também me sentirei melhor. Muito Obrigada por dividir conosco a sua experiencia de vida!
Amigo, desejo a você e a toda sua família Boas Festas e um Feliz 2013!
Beijos

Andreia disse...

Cauê...
Belo post!
Sei bem dessa rotina de trabalhar a noite e fazer faculdade.
Como eu gosto desse blog!
Abração.

Andreia disse...

Que 2013 seja um ano maravilhoso pra vc!
:)

Elodi Freitag Cavagnoli disse...

NÃO CONHEÇO TODO O SEU BLOG MAIS VOU CONHECER.JÁ OQUE VÍ FOI O BASTANTE PARA TE ACOMPANHAR.QUANDO VOLTAR A VER QUERO VER TUDINHO OS SEUS TRABALHOS E A SUA HISTÓRIA
ABRAÇOS DE UMA NOVA SEGUIDORA.ELODI

areiasdejade disse...

Desapego é muito complicado; continuo achando que vou entrar nas calças compridas que usava quando trabalhava (hoje sou aposentada), e não me desfaço delas pois estão impecáveis; e as blusas caras tambem estão lá no armário e são lindas, como deixar de gostar delas? kkkkkk.
E quanto a papeis quendo resolvo jogar fora, acontece sempre de fazerem falta como na época em que o governo resolveu que deveria ressarcir as perdas da poupança, e eu já tinha jogado todos os comprovantes no lixo, e no banco é claro a moça pesquisou e disse que não encontrou nada (claro, a funcionária foi bem orientafa nesse sentido para nunca encontrar nada, mesmo a gente fornecendo todos os dados pessoais).
Mas admiro quem consegue, e eu um dia vou me livrar de tantas tranqueiras que tenho em casa.
Como ando muito paradona, gosto quando você fala de toda essa atividade que consegue desempenhar, e fico pasma com tanta vitalidade, mas ao mesmo tempo me serve de incentivo.
Adorei o post, parabens pelas conquistas e pela disposição para a vida e felicidade que é inerente, você sempre nos coloca para cima; obrigada por mais esta lição de vida!
Nely

Anônimo disse...

Eu tenho alguma sabedoria maravilhosa.

C. Deveikis disse...

Olá Cauê!
Sou eu, O Claudio do Do Tempo do Guaraná de Rolha.
Tudo bem?
Meu avó paterno, já falecido, era um Lituano que veio para o Brasil fugido da guerra.
Enfrentou muitas dificuldades para viver aqui no Brasil. Foi preso no período militar, quase se matou...
Era um homem simples, sem estudo, mas culto, muito culto.
Antigamente não existiam sebos, então ele garimpava livros nos ferros-velhos de São Paulo. Aprendeu muita coisa por si só.
E uma coisa, que eu considero de grande valia, que ele passou para mim é que podemos ser felizes com as coisas mais simples do mundo. Antes de comprar alguma coisa, sempre me pergunto "para que é que isso vai me ser útil?".
A felicidade é muito mais simples do que pensamos...
Grande abraço! Sucesso em 2013! Ah, respondi seu comentário no meu blog! Dê uma passada por lá!

Luciana Leal disse...

Olá, adorei o seu blog, ao ler alguns posts, vi que você é uma pessoa esforçada que só quer falar e ser ouvida na blogosfera, assim como eu. Posso dizer que gostei muito do que li, vc tem um potencial enorme e sei que será um grande blog de fácil entendimento e conteúdo gostoso de ler. Sou Luciana Shirley do blog http://coisasecoisasdalu.blogspot.com.br/ se desejar me visite e siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.

Anônimo disse...

Parabéns! Cauê pelo seu Blog!Muito edificante! Jesus Te Abençõe!
ASS: CLAUDETE

Roberta Mendes disse...

Oi , adorei as novidades Cauê, abraços!!!

Visite meu blog - Tita Carré - Crochet

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...