28 de nov de 2009

Alguns trabalhos para a cozinha, e lição sobre perdas...



Retornar pra conversar, eu disse que retornaria... Só faltou avisar quando né... Hehehehe

Bom dia meus amigos !

Como prometi, quero trazer os outros trabalhos que fiz por encomenda e também o que tenho feito nos momentos de lazer.

Mas não somente isso, quero deixar alguns avisos de utilidade pública aqui do blog.

Atenção: Atualizei meu blog rool com o link de alguns amigos. Mas nem todos estão ali ! Já temos mais de um ano de convivência e as vezes a gente acaba perdendo o contato não é verdade?
Pois então, nossos problemas acabam quando nosso blog rool está devidamente atualizado. Mas preciso da ajuda de vocês ! Não tenham vergonha de me avisar que seu blog ainda não está em minha lista, ok !
Não quero esquecer de ninguém e se necessário, coloco mais de um rool aqui, tá?!



E aprofundando o assunto, prestem atenção em uma coisa: melhor que saber o título da postagem dos amigos, é ver a primeira foto dela, afinal isso vai aguçar nossa curiosidade e nos levar até o blog indicado.
Se por acaso no seu blog rool está diferente, e ainda não aparece a imagem do trabalho dos amigos, é por que você cprecisa configurar melhor seu espaço virtual, ok.

Da mesma forma, vejo que devido a um problema de configuração, o perfil de usuário de alguns amigos, não pode ser acessado !
Você já deve ter passado por essa experiência. Tenta visitar alguém que te deixou um comentário e não consegue. E por fim fica uma experiência TRI chata, afinal a pessoa fica achando que você que não retribui recados. Mas não, isso é erro na configuração. Atentem nisso, ok !

E também atentem que agora tenho um chat no meu blog ! Podemos trocar figurinhas também dessa maneira ! Mas por enquanto só tem um recado ali, o meu mesmo ! hehehe
Não me deixem só ! Hehehehe



E agora sim, meus trabalhos...

Primeiro o trilho de mesa que fiz sob encomenda na semana passada. Um trilho que achei tudo de bom. Com um ponto simples, bonito e de grande efeito.

Confiram !













E como gostei tanto do ponto, resolvi fazer um jogo de cozinha, mas pra casa mesmo, uma auto encomenda (hehehe). Comecei a fazer, mas como não to naqueeeele ritmo acelerado, por enquanto só fiz a capa do galão de água, e dois guardanapos... Hehehehehe

Aqui os guardanapos:





E aqui, a capa para o galão de água:





E como todo(a) bom(a) crocheteiro(a) que desenvolve 5 trabalhos diferentes (ou mais) ao mesmo tempo, fiz também um barrado numa toalha de natal. Achei a toalha tri bonita pela cor forte, e coloquei esse barrado em branco, e acho que deu um contraste bem legal !





E por último, uma idéia que vi esses tempos em algum blog amigo. Um pega panela bem diferente, principalmente por ser entrelaçado. Na postagem desse blog, a idéia era um pega panelas com cores diferentes, mas como queria fazer o tal modelo depressa, fiz com barbante cru, um pouco mais fino que o normal. Tá servindo como modelo.
Mas vale a idéia né?!
E esse veio sem gráfico, fiz na sensitividade artística !





Mas como o gaúcho aqui é feito também de trajetos, e não somente de trabalhos, quero compartilhar mais uma experiência de vida que passei essa semana.

Entendam: enquanto vivermos, estaremos em processo de evolução, passando pelas mais diversas situações, a fim de aprimorar a nossa personalidade e crescermos como seres espirituais.

Perdi uma corrente de prata no fim de semana passado, e isso me deixou tri malz. Afinal, ninguém gosta de perder nada, ainda mais algo que a gente gosta.

Mas o que mais me chamou a atenção, foi que 90% das pessoas que eu contei sobre a minha perda (como eu táva triste, contei pra todo mundo..hehehe) me perguntaram qual o valor em dinheiro da corrente, e ficavam tristes com a perda no sentido financeiro.

Mas não é por esse ângulo que eu analizo. Não pela questão financeira. Não foi o valor em dinheiro que me inquietou.

Existia um valor sentimental, que não pode ser calculado de outra forma.

Não quero dizer, que eu esteja nadando na grana a ponto de me desprender numa boa de 100 reais... Hehehehe

Mas digo que existe um valor superior, um valor Imaterial naquilo que temos.



E entendo, que as coisas não vão ter um sentido mais amplo para nós, enquanto nosso apego por elas não for além do material.

E isso tudo, me fez olhar para dentro de mim novamente... Sem máscara alguma, sem roupagem alguma, sem adorno algum. Olhar para mim mesmo com sinceridade e humildade, para me conhecer, e saber do que estou sendo feito, do quê estou sendo construído.

E entendi algo: que as coisas ficam presas a nós, até o momento em que decimos liberá-las de nós mesmos.



O processo de perda não envolve somente a perda em si, mas também a nossa aceitação diante do que aconteceu. As vezes, a gente já perdeu algo há muito tempo, mas continuamos com o sentimento de posse. Com o sentimento de domínio sobre aquilo que não é mais nosso.

Preciso entender, que aquilo que eu tenho, não é meu. Estou somente administrando por um certo tempo, com um propósito definido.

Não é assim com a nossa vida, com o nosso corpo?

Como vou dizer que a vida é minha e que o corpo é meu, se num momento inesperado posso perder esse domínio?



Não é assim que a morte nos ensina? Não é essa a grande lição que ela nos traz?

Sim, a morte e a perda nos ensinam lições que nos marcam e que fazem a diferença em nosso espírito e em nossa maneira de viver.

Enquanto formos resistentes ao abrir mão daquilo que é terreno, físico e material, teremos dificuldades também em aceitar algumas das realidades mais simples da vida.



Quais são essas realidades?

Que a morte faz com que caia por terra toda materialidade de nossa estrutura. Afinal, ela vem sem perguntar o que temos de patrimônio, e muito menos tenta negociar um retorno a longo prazo...

Que a felicidade se baseia principalmente nos nossos sentimentos, e nas sensações que temos ao viver certas experiências.

Que as melhores experiências na vida, são gratuitas...



Que as vezes tem pessoas muito mais pobres que você, muito mais iletradas que você, muito mais "tapadas" que você, e mesmo assim muito mais felizes.

Já é tempo amigos, já é tempo de nos desprendermos de certas mesquinharias da vida. De certos desamores, desalentos. É tempo de buscar a felicidade na simplicidade da vida, mesmo que em meio a uma sociedade capitalista e que distorce princípios.

É tempo de abrir mão da inveja, do ódio, das mágoas, ressentimentos e da falta de perdão, a fim de viver aquilo que Jesus ensinou e que é a lógica da vida: Amar sem restrições.

"O ódio suscita a ira, mas o amor cobre todas as trangressões..."

E esse meu discurso, para mim não soa como demagogia alguma, por que a cada dia preciso me conscientizar e me alertar disso novamente.



A cada dia preciso saber que minhas atitudes, palavras e pensamentos repercutem no universo, e por isso preciso ser uma pessoa responsável por aquilo que faço.

Precisamos entender que pessoas não são passíveis de suborno ! Não podem ser avaliadas através de um números ou estatisticas!

Uma vez eu escrevi que precisava a cada dia me conscientizar de como cada pessoa é especial em suas características, e de como eu precisava conscientizá-las disso.



E a cada dia tenho feito esse meu lema novamente.

Você é que decide o que é e o que vai continuar sendo realmente importante na sua vida !

Você é que define o que realmente tem valor, e que não vai se perder ao longo do tempo !

Já disse uma vez: Você é que constrói hoje as suas melhores lembranças amanhã !

E eu me permito perguntar ainda: Família tem preço? Filhos tem preço? Pais tem preço? O amor tem algum preço?



Não, absolutamente não tem como ser avaliado !



E isso, a palavra ensina de uma maneira muito simples e forte, quando o Rei Salomão, no livro dos provérbios escreveu sobre o amor:

"E ainda que alguém désse todos os seus bens por esse amor, ao certo seria de todo rejeitado..."

Ame muito ! E esteja sempre pronto a viver, saborear e valorizar muito as melhores experiências de sua vida !

Um grande abraço

E um ótimo fim de semana

Bjo no coração

Cauê Santos

14 de nov de 2009

Sugestões de colchas - Blog da Flor !

Bom dia people ! Hehehehe

Como estão colegas?

Aqui no Sul está tudo tranquilo, soprando ventos de paz, e de tranquilidade.

O problema está mesmo é no tempo, e na dificuldade de administrar ele certinho para que possa fazer tudo o que quero, e tudo o que gosto.

Mas atentem, nosso crochê continua indo a mt vapor (não a todo..rs). A colcha está paralizada, em compensação, estou acabando um trilho de mesa. Peguei uma encomenda e gostei muito de ter feito. Ficou um ponto mt bonito, e daqui a pouco mais eu trago ele para mostrar.

Reconheço que estou sumido das postagens, mas sempre que posso vou visitar os blogs amigos. E olha,Como tem amigos por aqui!! Hehehe

Meu blog rool deveria ter espaço para mais de mil blogs.. hehehehe

Falando nisso, instalei há dois dias aquele marcador ali em cima, que mostra quantas pessoas estão online no blog, e de onde elas estão vindo.

Achei isso o máximo !! Mas to com a impressão que ali mostra somente as visitas de um dia. (Sou extremamente limitado em questões técnológicas...rs)

Bom pessoal, era isso.

Logo mais eu retorno e a gente volta a conversar.

Se divirtam com essas idéias de colchas, todas do blog da Flor, minha amiga (inclusive no orkut) que é lá da Bahia! ( http://belasartesmanuais.blogspot.com/)

Olhem que arretadas são essas sugestões !! Hehehe



















































Seleção ótima né gurias !! Pois então, mãos á obra !! Natal chegando, quem sabe se dar, ou dar um presente assim para alguém.

E de lambuja ainda veio essa cortina que achei tudo de bom.

Um abraço, e um beijo no coração

Cauê Santos
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...